Salsa, Zouk, Bachata, Samba Rock, Tango...
D. de Salão aos Domingos.
Destaques e Promoções
Zouk, Bachata e Salsa. Kizomba Cursos...
Turmas às quartas-ferias 21h30 ou as sextas-feiras 20h30 com Zouk, Salsa e Bachata ou Zouk aos domingos às 14h30 ou Kizomba em aulas particulares. Salas climatizadas. ... Ver Mais
PROMOÇÕES DA SEMANA ATÉ 30/11
Mas atenção, a promoção com Jazz Dance e Alongamento é valida até dia 30/11 no valor do plano semestral sem os desconto.... Ver Mais
Formação de profs. em Dança de Salão.
Ainda da tempo de iniciar... Outubro de 2017 - Formação nível Técnico profissionalizante e Internacional pela CID. Unesco, Paris. Voltado para estudantes "em curso" quanto para profissionais... Ver Mais
desde 1988 ensinando a arte de dançar.
Menu Principal
Newsletter
Receba novidades do Studio Renato Mota periodicamente. Cadastre-se agora.
 Nome:
 E-mail:

MEMBRO DO:
 
Samba - paixão nacional
Quando vemos um casal dancando gafieira ou as mulatas nas escolas de samba, raramente lembramos que o samba tem muito mais de identidade brasileira do que podemos supor. O samba é o Brasil, tem cara de Brasil, tem ginga de Brasil. Nao é a toa que Ary Barroso canta em sua famosa Aquarela: Ah, meu Brasil brasileiro, meu mulato inzoneiro, vou cantar-te nos meus versos...            
Esta expressao típica de nossa cultura tem suas origens no chorinho e maxixe e seu aniversário oficial é comemorado em 1917, quando foi gravada a cancao “Pelo Telefone”, de Donga. Isto significa que este ritmo cadenciado, criado por escravos recém-libertos no Rio de Janeiro, completou em 2004, 83 anos. A Bahia também desempenhou um papel importante nesta história: ficaram famosos os pagodes feitos depois dos ritos dos orixás no comeco do século XX. Além do Donga, outros famosos compositores iriam marcar para sempre a cultura popular do país. É o caso de Pixinguinha, do Sinho, do Ismael Silva e do Lamartine Babo, este ultimo canta uma das mais conhecidas marchinhas carnavalescas: “O teu cabelo, nao nega a mulata”.            
O malandro dá um tom subversivo ao samba. Frequente nas letras deste ritmo, este curioso personagem nao só nao queria trabalhar, como também passava as noites em intensa boemia e fazia um grande sucesso com as mulheres. Dono do tao comentado “jeitinho brasileiro”, ele nao aceita a opressao economica imposta pelas elites e toda a sua “vadiagem” é resposta aos salários baixos e à desigualdade social.            
O samba também é revolucionário, pois muitos costumes, hábitos da sociedade brasileira sao mudados. Até entao a elite que era costumada aos ritmos europeus “comportados” da valsa, mazurca e da polca, adere a sensualidade nata dos batuques dos tantas, que atravessariam quase todo o século XX ganhando novas variacoes, tipos e nomes.  Por exemplo, na década 1950, após o mundo vivenciar os efeitos da II Guerra Mundial, surge o samba cancao, nostálgico, lento e suave. 40 anos depois, surgiria em Sao Paulo o pagode, também lento e com muitas letras sobre as expressoes do amor. Samba-rock, samba de mesa, partido alto, até hoje eles ainda encantam brasileiros e estrangeiros. 
Fica valendo aquela máxima: Quem nao gosta de samba, bom sujeito nao é, ou é ruim da cabeca, ou é doente do pé...Ana Maria Dietrich

Cronologia
1901-1910- Escravos recém libertos criam condicoes para o surgimento do samba.
1917- Nascimento oficial do samba com a música “Pelo Telefone” de Donga
1920-1930- Aparecimento do rádio e de vários ídolos populares como Sinho, Ismael Silva e Ari Barroso.
1950- Surgimento do samba-cancao
1990- Nova geracao de idolos: Paulinho da Viola, Zeca Pagodinho.Em Sao Paulo, surge o samba pagode. 

Textos: Ana Maria DietrichFonte: 
Almanaque Abril, 2001.
História da Vida Privada no Brasil. 
República: da Belle Époque à Era do Radio
 
Músicas sugeridas;
Homenagem ao Malandro
O teu cabelo nao nega a mulata
Aquarela do Brasil
Samba da Terra
Pelo Telefone

HOMENAGEM AO MALANDRO
Chico Buarque (Brazil) - 1977-1978
Eu fui fazer um samba em homenagem
À nata da malandragem
Que conheço de outros carnavais
 
Eu fui à Lapa e perdi a viagem
Que aquela tal malandragem
Não existe mais
 
Agora já não é normal
O que dá de malandro regular, profissional
Malandro com aparato de malandro oficial
Malandro candidato a malandro federal
Malandro com retrato na coluna social
Malandro com contrato, com gravata e capital
Que nunca se dá mal
 
Mas o malandro pra valer
- não espalha
Aposentou a navalha
Tem mulher e filho e tralha e tal
 
Dizem as más línguas que ele até trabalha
Mora lá longe e chacoalha
Num trem da Central

Abaixo, veja o vídeo que separamos especialmente para você!





Se quiser ver mais pesquisas de danças, clique aqui

  Principal
Quem Somos
Cursos e Aulas
O que fazemos
Localização
Últimas Notícias
Perguntas Frequentes
Contato
  Outros
Depoimentos
Sapatos e Sandálias
Agenda de bailes
Video aulas didáticos
Curso de Formação
Promoções da Semana
  Aulas
Dança de Salão
Country, Sertanejo e Forró
Soltinho
Tango Milongueiro, Salão e Novo
Salsa, Zouk, Bachata e Merengue
Valsa Vienense
Pagode , Samba Rock e Gafieira
  Redes Sociais

Empresas do Grupo
Loja Virtual, Renato Mota. Acessem! Acesse Agenciados: Arte, Moda e Beleza! Acesse Formação em Dança de Salão!
© Studio de dança Renato Mota · Escola de Dança em Santo André - ABC - São Paulo. Aulas, cursos, shows, Dança de Salão. Todos os direitos reservados. · by AGENCIA GIGA!